As assaduras da zona da fralda

Um problema cutâneo muito frequente

Muito delicada, a pele das nádegas do bebé pode facilmente irritar-se, principalmente durante o primeiro ano de vida: cerca de 60% dos bebés são afetados durantes os primeiros 12 meses.
A fricção das fraldas, o contato com as fezes e a urina, mas também o nascimento dos dentes, a diversificação alimentar, uma diarreia, um episódio infeccioso ou certos medicamentos podem provocar uma assadura na zona da fralda.
Geralmente benignas, as assaduras da zona da fralda não devem ser negligenciadas: podem ser dolorosas para o bebé, e se forem mal tratadas podem evoluir para lesões mais graves que necessitem de cuidados médicos.
Descubra connosco como cuidar da pele das nádegas do seu bebé!

O que fazer em caso de assadura na zona da fralda

 

  • Mude com frequência a fralda, o mais rápido possível após detetar fezes e/ou urina.
  • Deixe a pele com a maior frequência possível ao ar livre, sem fralda.
  • Em cada muda da fralda, limpe delicadamente a pele com um produto adaptado, e de seguida seque delicadamente.
  • Aplique um cuidado dermocosmético específico purificante e reparador.
  • Uma vez eliminada a assadura, aplique em prevenção em cada muda da fralda um creme protetor à base de Óxido de Zinco para evitar o reaparecimento.
  • Consulte o médico se as lesões do bebé ficarem ressumbrantes, se o bebé recusar alimentar-se, se tiver uma diarreia persistente, uma erupção cutânea ou se o estado da pele não melhorar ao fim de 3 a 4 dias de cuidados.

 

 

Comente este artigo

Partilhar a minha lista de cuidados