Acompanhar a futura mamã no quotidiano

A gravidez representa uma enorme alteração para a mulher, tanto a nível físico como emocional. Ao longo dos próximos nove meses, a sua companheira irá precisar de todo o seu apoio material e afetivo.

Desde as primeiras semanas, a mulher pode ter naúseas, por vezes muito intensas. Para a aliviar, tente sempre que possível preparar as refeições: assim está a evitar que a sua companheira tenha de manipular alimentos que a indispõem. Prepare também algo simples para lhe levar de manhã à cama, antes dela se levantar: este gesto permite atenuar os enjoos.

Globalmente, a gravidez é um período muito cansativo para a futura mamã. Alivie-a o máximo possível de todas as tarefas e incentive-a para que descanse. Se lhe parecer que as tarefas do di-a-dia começam a ser muito cansativas devido à gravidez, fale com a sua companheira e ofereça-lhe a sua ajuda e apoio para que ela possa abrandar o ritmo.

Pode também ser surpreendido pelas mudanças de humor: estas estão normalmente associados às alterações hormonais, que muitas vezes colocam a sensibilidade à flor da pele. Seja paciente e ouça-a, reconforte-a se sentir algum tipo de angústia. A partir do 2º trimestre de gravidez, a sua companheira começa a ficar mais cansada devido ao aumento de peso, o que torna extenuante qualquer atividade física ou até mesmo o estar de pé.

Alivie-a sempre que possível: faça você mesmo as compras, transporte o que seja mais pesado, comece a cuidar da casa ou a limpar a cozinha, abrande o passo para que ela o possa acompanhar se sentir que a ela está a ofegante... Se a sua companheira tiver dores nas costas ou nas pernas (problemas muito frequentes no final da gravidez), faça-lhe uma massagem para a relaxar.

Aproveite estes momentos a dois. A sexualidade do casal é também com frequência afetada durante a gravidez, e a líbido da sua companheira pode estar menos intensa que o habitual. Por vezes, a gravidez modifica as reações físicas: menor lubrificação vaginal, dores na penetração ou contrações uterinas pós-orgasmo podem diminuir o desejo. Seja paciente e compreensivo, e evite fazer do assunto um ponto de discórdia.

Novidades

Imagem
advice grossesse papa mini
Gravidez

A emoção dos primeiros meses

Gravidez: O que o pai precisa de saber

Imagem
advice devenir papa mini
Nascimento

Comunicação com o bebé

Ser pai